Notícias
Fé contemplada
Arquidiocese

Peregrinação Jubilar das Pessoas com Deficiência. Inscrições abertas.
(+info)

Desejo subscrever a newsletter de Ano Pastoral
10 Out 2015
Fé Anunciada
Ano Pastoral 2015+16 dedicado à Fé Anunciada.
PARTILHAR IMPRIMIR
 

Um novo ano pastoral. O fio condutor permanece: redescobrir a nos- sa identidade cristã (Plano Pastoral 2012+2017). O caminho a percorrer nesta nova etapa desenvolve-se na capacidade criativa e alegre de anunciar (ao mundo) a presença de Jesus Cristo ressuscitado (cf. fruto esperado: um testemunho alegre da presença de Jesus Cristo Ressuscitado no mundo).

Anunciar o Evangelho (fé anunciada) «não pode ser apenas o ponto conclusivo dos nossos programas pastorais», tem de ser «a alma de toda a programação e de todos os itinerários de formação cristã» (Carta Pastoral dos Bispos de Portugal «Como Eu fiz, fazei vós também». Para um rosto missionário da Igreja em Portugal, 2010, 12).

A frase bíblica que este ano nos acompanha — «Como Eu fiz, fazei vós também» — surge, no evangelho de João, no contexto da Última Ceia. Mas, aqui, de forma diferente dos outros evangelistas (destacam as palavras que repetimos na Eucaristia), João apresenta-nos um gesto: lavar os pés. Um gesto realizado pelo Mestre. Por isso, um gesto que mostra a (nova) prática que tem de modelar a vida do discípulo.

«Jesus lavou os pés aos seus discípulos. O Senhor envolve-Se e envolve os seus, pondo-Se de joelhos diante dos outros para os lavar; mas, logo a seguir, diz aos discípulos: ‘Sereis felizes se o puserdes em prática’ (João 13, 17). Com obras e gestos, a comunidade missionária entra na vida diária dos outros, encurta as distâncias, abaixa-se – se for necessário – até à humilhação e assume a vida humana, tocando a carne sofredora de Cristo no povo» (EG 24).

Ora bem, esta prática não se restringe a um momento específico, mas é expressão de um fazer que se estende a todos os âmbitos da vida do discípulo. Este é chamado a reproduzir a vida do Mestre. «O gesto de Cristo é não apenas paradigmático, mas tem ainda o valor de fundamento» (Jean Zumstein). A fé anunciada não pode ser outra senão aquela que brota de Jesus Cristo e do seu modo de viver, ou seja, uma fé que evangeliza.

+ Programação Pastoral [PDF]

PARTILHAR IMPRIMIR
Fé Contemplada
Contactos

Quer dar uma ideia à Arquidiocese de Braga com o objectivo de melhorar a sua comunidade?

Clique Aqui

Quer dar uma sugestão, reportar um erro ou contribuir para a melhoria deste site?

Clique Aqui