Toma e Lê
FESTA do BAPTISMO do SENHOR
Arquidiocese

Subsídios Semeadores de Esperança (2018/2019)
[+info]

Desejo subscrever a newsletter do Arciprestado de Guimarães e Vizela
PCLS | Guimarães| 12 Jan 2019
VISITAS PASTORAIS
A reflexão de D. Nuno Almeida
PARTILHAR IMPRIMIR
  © DNA | Guimarães

Partilhamos a reflexão de D. Nuno Almeida, Bispo Auxiliar de Braga, por ele mesmo partilhada na sua página do Facebook.

INÍCIO DAS VISITAS PASTORAIS A GUIMARÃES/VIZELA (11.01.2019). 
Até ao próximo Natal, que a Graça de Deus e o esforço humano nos levem a uma Igreja mais sinodal, mais missionária e mais semeadora de esperança!
Com Maria queremos aprender a ser Igreja “em saída”, em “visitação” permanente: para que Jesus dê alegria às crianças das escolas e da catequese; ilumine e dê sentido à vida dos adolescentes e dos jovens; entre em cada lar para unir os casais e dar esperança aos idosos e doentes; toque com a luz do Evangelho o coração dos que se dedicam ao bem comum nos serviços públicos e nas associações; dê perseverança aos que estão desempregados e entusiasmo a todos os que trabalham com dedicação e profissionalismo!
O Papa Francisco (sobretudo na exortação "A Alegria do Evangelho") e o nosso Arcebispo, D. Jorge, desafiam-nos a um modo novo de fazer pastoral, muito mais comunitário, sinodal e missionário. Tudo isto implica empenho por comunidades mais fraternas e unidas, mais corresponsáveis e orgânicas, mais abertas e missionárias. Procuremos juntos caminhos pastorais sempre mais fecundos, buscando uma integração ativa na vida do Arciprestado, da Arquidiocese e da Igreja Universal. Há que cultivar também a atenção e a cooperação com as instituições da sociedade. 
Pedimos auxílio a Maria para sermos, em cada paróquia, discípulos felizes ("Gente feliz com lágrimas"), responsáveis, missionários e semeadores de esperança, sem receio de nos questionarmos sempre: Como crescer na unidade? Como alargar a corresponsabilidade? Como aperfeiçoar os caminhos da missão?
A Visita Pastoral será uma ocasião de revisão e aprofundamento da vida de cada paróquia, procurando acelerar a cooperação entre as paróquias vizinhas, particularmente aquelas que estiverem confiadas a um pároco. Por isso, no âmbito da visita, há que realizar inter-paroquialmente: a assembleia, a celebração da Unção dos Doentes, o encontro com os crismandos, a reunião com os conselhos económicos, etc. A partir de cada paróquia procuramos percorrer, serena e decididamente, o caminho em direção ao "Colégio de Paróquias".
Procurar-se-ão os caminhos da missão, desafiando à criação e multiplicação de “Grupos Semeadores de Esperança”.
No centro da Visita Pastoral não estará o Senhor Arcebispo, nem o Bispo Auxiliar, nem os generosos e dedicados Párocos. O importante é acolher Jesus Cristo e o seu Evangelho no coração, na nossa família, nas comunidades paroquiais, na vida social, nos ambientes de trabalho, nas diversas associações e instituições!
Percorramos os caminhos da missão, procurando contribuir para resolver os enormes problemas que as pessoas e as famílias têm de enfrentar na atualidade, ajudando-as a encontrar um projeto de vida feliz. Jesus Cristo quer continuar, através da Igreja, a partilhar amorosamente e até ao fim a nossa vida, mostrando-nos a riqueza do nosso coração, ensinando-nos a amar e a abrir os nossos os olhos para a luz.

(Recolhido da página de facebook de D. Nuno Almeida, Bispo Auxiliar de Braga, a 12 de Janeiro de 2019)

PARTILHAR IMPRIMIR
Palavras-Chave:
Arciprestado de Guimarães e Vizela
Contactos