Arquidiocese

Ano Pastoral 2018/2019
[+info]

Desejo subscrever a newsletter da Arquidiocese de Braga
DACS | 12 Jun 2018
Barcelos celebra centenário da morte de D. António Barroso
No dia 31 de Agosto completam-se os cem anos do falecimento de D. António Barroso e os 90 anos da elevação de Barcelos a cidade.
PARTILHAR IMPRIMIR
  © DR

A Câmara Municipal de Barcelos já anunciou um programa provisório para a homenagem a D. António Barroso por ocasiãoo primeiro centenário do seu falecimento, com actividades nas várias localidades portuguesas onde nasceu e viveu: Remelhe, Barcelos, Porto e Cernache do Bonjardim.

Na cidade de Barcelos, o ponto alto está marcado para o dia 10 de Novembro, às 15 horas, com uma sessão cultural no auditório da Câmara Municipal, havendo duas conferências a cargo de António Matos Ferreira e Amadeu Araújo - o vice-postulador da causa de canonização de D. António Barroso). Pelas 18 horas, é lançado um livro sobre D. António Barroso, seguido da abertura da exposição missionária dos Institutos Missionários “Ad Gentes”, no salão nobre da Câmara.

No dia 31 de Agosto, no entanto, completam-se os cem anos de falecimento de D. António Barroso e os 90 anos da elevação de Barcelos a cidade. Assim, pelas 11 horas, é celebrada missa na igreja matriz de Barcelos, durante a qual serão condecorados pelo município todos os missionários e missionárias vivos naturais do concelho. Durante a tarde há diversas actividades culturais, como teatro e música, e duas conferências a cargo de D. Carlos Azevedo e do padre António Trigueiros, ambas no auditório da Câmara.

No dia dois de Setembro realiza-se a habitual romagem do arciprestado de Barcelos ao túmulo-jazigo de D. António Barroso, localizado no cemitério de Remelhe. Esta caminhada parte às 8h30 de junto da estação ferroviária de Barcelos, estando a chegada prevista para as 10h30. Às 11 horas há missa na igreja paroquial de Remelhe. Na véspera, pelas 21h, realiza-se, no salão paroquial de Remelhe, uma preparação espiritual para a romagem, pelos Missionários da Boa Nova, os padres Manuel Castro Afonso e Augusto Farias.

No dia 21 de Outubro, Dia Mundial das Missões, em Cernache do Bonjardim, frente ao Seminário das Missões, é inaugurado um monumento à evangelização portuguesa, da autoria do arquitecto Alberto Nuno Craveiro.

As comemorações do centenário do falecimento de D. António Barroso já começaram, nos passados dias sete e oito, no auditório do Paço Episcopal do Porto, com um colóquio intitulado “Entre a monarquia e a república, os tempos de D. António Barroso”.

D. António Barroso nasceu na freguesia de Remelhe, no arciprestado de Barcelos, em 1854 e foi ordenado no extinto Real Colégio das Missões Ultramarinas de Cernache do Bonjardim em 1879. Foi Bispo da prelatura de Moçambique entre 1891 e 1897, ano em que passou a Bispo da antiga diocese de São Tomé de Meliapor, na Índia.

D. António Barroso regressaria a Portugal em 1899 para ser Bispo do Porto até à sua morte, em 1918.

PARTILHAR IMPRIMIR
Palavras-Chave:
D. António Barroso  •  Barcelos  •  Porto  •  Remelhe
Departamento de Comunicação
Contactos
Director

P. Paulo Alexandre Terroso Silva

Morada

Rua de S. Domingos, 94 B
4710-435 BRAGA

TEL

253 203 180

FAX

253 203 190