Arquidiocese

Beato Bartolomeu dos Mártires já é Santo
[+info]

Desejo subscrever a newsletter da Arquidiocese de Braga
Jorge Oliveira/DM | 3 Jun 2019
Senhora do Sameiro "não deixa ninguém sem esperança"
“Nossa Senhora do Sameiro não deixa ninguém sem esperança, ela a todos acolhe, aqui todos encontram tranquilidade e paz”, proclamou o reitor do santuário, o padre Delfim Pinto Coelho, quando dava as boas-vindas aos peregrinos.
PARTILHAR IMPRIMIR
  © Jorge Oliveira/DM

Milhares de peregrinos subiram na manhã de hoje [Domingo, 2 de Junho] ao Sameiro naquela que foi a Grande Peregrinação Arquidiocesana ao segundo santuário mariano mais importante de Portugal. Presidiu à concelebração da missa conclusiva da peregrinação o Bispo Emérito de Beja, D. António Vitalino Dantas.

À semelhança dos anos anteriores, esta caminhada de fé iniciou-se na Sé de Braga, cerca das 7h00, incorporando, além do andor de Nossa Senhora da Conceição do Sameiro, dezenas de confrarias, irmandades e outras associações de fiéis, numa distância de quase dez quilómetros.

À chegada ao santuário, pelas 11h00, a imagem da Senhora foi recebida com efusivos aplausos e muitas pétalas de flores, numa demonstração de fé e devoção a Maria.

“Nossa Senhora do Sameiro não deixa ninguém sem esperança, ela a todos acolhe, aqui todos encontram tranquilidade e paz”, proclamou o reitor do santuário, o padre Delfim Pinto Coelho, quando dava as boas-vindas aos peregrinos.

Este ano, juntaram-se a esta Grande Peregrinação dois grupos vindos de fora da Arquidiocese de Braga, nomeadamente um de Barral-Vila Chã S. João Baptista, Ponte da Barca, onde se situa o Santuário de Nossa Senhora da Paz, e outro proveniente da região de Valência, Espanha.

Na homília, o Bispo Emérito de Beja começou por expressar a sua “alegria” por estar a presidir à Eucaristia em substituição do Arcebispo de Braga, D. Jorge Ortiga, que se ausentou do país para estar presente em Cabo Verde na inaguração do santuário da Senhora do Sameiro na cidade de S. Nicolau, na diocese de Mindelo.

D. António Vitalino Dantas, que é natural da freguesia de Barros, Vila Verde, e no Sábado pre- sidiu à administração do sacramento do Crisma em Tibães e Santo Adrião, Braga, exortou os cristãos a acolherem o Espírito Santo através da intercessão de Nossa Senhora. “Sem o Espírito Santo não podemos seguir Jesus Cristo e compreender o que é seguir Jesus Cristo”, disse o celebrante.

Numa reflexão introdutória da Festa de Pentecostes, que se celebra no próximo Domingo, o prelado esclareceu que o Espírito Santo “não quer que o acolhámos forçadamente. Ele não se impõe, mas propõe-se. E com ele nós podemos também fazer maravilhas, podemos amar a Deus e ao próximo, e seguir Jesus Cristo até ao fim”.

Diante da Basílica onde faz no próximo dia 3 de Agosto 51 anos que foi ordenado sacerdote, D. António Vitalino Dantas terminou a sua reflexão pedindo à Senhora do Sameiro que ajude a todos a caminhar em direção à Terra Prometida.

A missa, solenizada pelo Coro do Seminário Conciliar, terminou com a bênção final, seguindo-se a Procissão do Adeus.

Muitos peregrinos subiram ontem ao Sameiro em família como foi o caso de Jorge Sousa, a esposa e a filha, ainda jovem. “Viemos a pé de Palmeira, sempre que podemos fazemos questão de participar nesta peregrinação. Na nossa paróquia é dia da Comunhão Solene, mas optámos antes por vir ao Sameiro”, disse Jorge Sousa.

Já Cecília Maurício e Rosa Fernandes, duas irmãs de S. Mamede d'Este, Braga, integraram a peregrinação no Bom Jesus, uma caminhada mais curta, mas com o mesmo sentido de que se partissem da Sé. “Estamos aqui por devoção a Nossa Senhora e por fé. Por fé fazemos tudo”, afirmaram.

O casal Coelho, da Póvoa de Lanhoso, também fez esta peregrinação a pé, mas para assegurar o regresso a casa no final da Eucaristia optou por trazer dois carros. Uma viatura ficou no Sameiro e a outra junto à Sé. “A nossa fé é que nos move”, salientaram.

PARTILHAR IMPRIMIR
Palavras-Chave:
Departamento para a Comunicação Social
Contactos
Director

P. Paulo Alexandre Terroso Silva

Morada

Rua de S. Domingos, 94 B
4710-435 Braga

TEL

253203180

FAX

253203190