Horário do Cartório

Segunda das 10h às 12h;

Sexta das 16h às 17.45h.
 

Boletim Paroquial
Boletim 369 - II Domingo da Quaresma - Ano A - 08-03-2020
Crónica para a Solenidade do Dia de Todos os Santos - Ano A - 1 de Novembro de 2020

Link



SOLENIDADE DE TODOS OS SANTOS

Ano A

«… Ao ver as multidões, Jesus subiu ao monte e sentou-Se.» 

Sou…
Esta condição de SER Filho de Deus faz de cada um Bem-Aventurado.
Aceitar esta condição é esquecer os insultos e perseguições deste mundo.
A Alegria que nos vem do Pai como O único Senhor da nossa Vida, é o que nos dá descanso, alívio e força.
Esta certeza chega-nos de Um só Homem, que também é Deus: Jesus, O Cristo!
Hoje, sentir a presença d'Aquele que salva é brisa, calor, lágrima, pão, sorriso, Esperança e Amor.
É tudo o que precisamos para SER Feliz…

Jesus veio para permanecer em nós. Na humanidade inteira. Sem preconceitos, nem pré-requisitos.
É  para mim e para ti… é para quem diz: “ SIM !” ao projeto do Pai.
Possuiremos a salvação! Consolaremos os que mais informa! Saciaremos a nossa fome!
Seremos abençoados e recompensados ??pelo Senhor Deus, se O procurarmos.
Se O servirmos sem hesitar. Se O anunciarmos ao mundo com  aquele  Amor e  aquela  Alegria, que contagia o mau, o vilão e até o desinteressado por tudo e por nada. Alcançaremos a Misericórdia Divina.
Nesse dia, veremos o quanto é admirável o Amor do Pai.
O consolo do Seu regaço irá acarinhar o nosso coração. 
Seremos chamados Seus Filhos e jamais a morte, a dor ou o desalento vencerão!

Hoje, é dia 1 de novembro. Celebramos os Santos. Rejubilamos com a VIDA.
Não há tempo para lágrimas, nem lamúrias. É hora de sorrir! Somos OS Bem-Aventurados. 
O Mestre, rodeado pelos discípulos, ensina:
«… os pobres em espírito, (…) os humildes, 
(…) os que choram, (…) os que têm fome e sede de justiça, 
(…) os misericordiosos, (…) os puros de coração, 
(…) os que promovem a paz, (…) os que reencontram por amor da justiça (…) »
Tu, que és Bem-Aventurado,
escuta o Sermão da Montanha que o Senhor da Vida proclama só para TI! 
É o código desta Estrada! 
São os sinais que fazem conduzir com segurança a Vida que Deus nos deu.
A palavra de ontem que se faz presente na tua vida é:
“Arrisca! Aceita cumprir a vontade de Pai! ”
Hoje, é dia de recordarmos os avós, os pais, os irmãos, os primos, os tios, os filhos, os companheiros de labuta…
os nossos verdadeiros amores, tão presentes na nossa vida, e que já se escolheu com o Senhor da Vida !

Como bálsamo para todos os medos, anseios, dúvidas e trevas,
uma frase do mais novo Beato, Carlo Acutis, ecoa no nosso coração:
“A 
única coisa  que nós  temos  que  pedir a Deus  na oração é a  vontade de ser santos .”

Então? Vamos rezar pela vontade de alcançar a Felicidade de Ser Filho de Deus?
Vamos Ser Bem-Aventurados!
Vamos Ser Santos!

Arquidiocese

Uma Igreja Sinodal e Samaritana

Programa Pastoral 2020/2023

[+info]

Desejo subscrever a newsletter da Paróquia Nossa Senhora da Lapa
Antero Rodrigues | 11 Abr 2020
Celebração Familiar para o Domingo de Páscoa
ANÚNCIO DA RESSURREIÇÃO
PARTILHAR IMPRIMIR
  © in Aleteia

 

ANÚNCIO DA RESSURREIÇÃO

2020

 

Ambientação

A família reúne-se à volta da Bíblia e de um Crucifixo ou de uma imagem de Jesus ressuscitado, colocando em redor uma vela acesa e um arranjo de flores.

 

[Filho mais velho] Hoje é um dia de grande alegria, pois chegamos ao coração do tempo dos cristãos: celebramos e anunciamos a ressurreição de Jesus, como sinal de que Deus sempre nos encaminha da morte para a vida, do aprisionamento para a liberdade, das trevas para a luz, do desespero para a esperança, do comodismo para o caminho que nos conduz ao túmulo vazio, porque plenificado pela vida nova de Deus. Somos nós, hoje, convidados a ser sinais de ressurreição, desta vida nova que vem de Deus, porque como cristãos nascemos da Páscoa! Por isso, em família nos unimos a todos os cristãos que se alegram neste dia de Páscoa. Façamos um instante de silêncio para sentirmos esta comunhão, que gera alegria nos corações.

 

Depois de um momento de silêncio, segue-se um cântico.

Já ninguém viverá sem luz da fé.

Já ninguém morrerá sem esperança;

O que crê em Jesus venceu a morte:

Ressuscitou o Senhor Jesus!

Ressuscitou, Ressuscitou!

Ressuscitou, Aleluia!

 

[Pai / Mãe] Em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo.

[Todos] Ámen.

[Pai / Mãe] A graça e a paz de Jesus Cristo ressuscitado, que vive eternamente com o Pai na unidade do Espírito Santo habite em nossa casa.

[Todos] Bendito seja Deus que nos reuniu no amor de Cristo.

 

[Pai / Mãe] Paz a esta casa e a todos os que nela habitam!

[Todos] Aleluia, Aleluia!

 

[Pai / Mãe] Com alegria, anunciamos que Cristo ressuscitou verdadeiramente!

[Todos] Aleluia, Aleluia!

 

 

Celebração da Palavra

Segue-se a proclamação da Palavra de Deus, preferencialmente a partir da Bíblia (Jo 20, 1-9).

 

[Pai / Mãe] Do Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São João.

No primeiro dia da semana, Maria Madalena foi de manhãzinha, ainda escuro, ao sepulcro e viu a pedra retirada do sepulcro. Correu então e foi ter com Simão Pedro e com o outro discípulo que Jesus amava e disse-lhes: «Levaram o Senhor do sepulcro e não sabemos onde O puseram». Pedro partiu com o outro discípulo e foram ambos ao sepulcro. Corriam os dois juntos, mas o outro discípulo antecipou-se, correndo mais depressa do que Pedro, e chegou primeiro ao sepulcro. Debruçando-se, viu as ligaduras no chão, mas não entrou. Entretanto, chegou também Simão Pedro, que o seguira. Entrou no sepulcro e viu as ligaduras no chão e o sudário que tinha estado sobre a cabeça de Jesus, não com as ligaduras, mas enrolado à parte. Entrou também o outro discípulo que chegara primeiro ao sepulcro: viu e acreditou. Na verdade, ainda não tinham entendido a Escritura, segundo a qual Jesus devia ressuscitar dos mortos. 

Palavra da Salvação.

[Todos] Glória a vós, Senhor.

 

Depois todos se acomodam, fazem um momento de silêncio e deixam a Palavra ressoar, através do seguinte jogral.

 

[Filho mais novo] O primeiro dia da semana e o túmulo vazio são sinais de que tu, Senhor Jesus Cristo, ressuscitaste dos mortos, despertando a nossa fé no mistério central da vida.

[Todos] Cristo ressuscitou! Aleluia! Aleluia!

 

[Filho mais novo] A corrida dos discípulos para o sepulcro vazio é sinal de que tu, Senhor Jesus Cristo, cativas pela escuta da tua voz e pelo seguimento audaz, tornando-nos teus discípulos missionários.

[Todos] Cristo ressuscitou! Aleluia! Aleluia!

 

[Filho mais novo] A fé gerada no encontro entre Deus e as pessoas é sinal de que tu, Senhor Jesus Cristo, semeias esperança e fazes desabrochar vida nova nos nossos corações.

[Todos] Cristo ressuscitou! Aleluia! Aleluia!

 

Depois de um momento de silêncio, segue-se um cântico.

Eu louvarei, eu louvarei,

eu louvarei, eu louvarei,

eu louvarei o meu Senhor.

Ao Pai que seu amor nos dá: vou cantar, vou cantar.

Ao Espírito que habita em nós: vou cantar, vou cantar.

Eu vou cantar com alegria a Jesus Ressuscitado (Bis).

 

 

Veneração da Cruz

Segue-se a veneração da Cruz: cada um pode ajoelhar-se ou fazer uma inclinação, conforme o que for mais conveniente. Depois de um momento de silêncio, o pai ou a mãe conclui com a oração.

 

[Pai / Mãe] Senhor, nosso Deus, que pelo vosso amor salvais todas as pessoas pelo mistério pascal de Jesus Cristo, abençoai a nossa família, tornando-a uma verdadeira Igreja doméstica, e dai-nos a alegria, a coragem e a esperança de vivermos a Páscoa com fé, como o coração do tempo cristão, em unidade com toda a Igreja. Por nosso Senhor Jesus Cristo ressuscitado, vosso Filho, que é Deus convosco na unidade do Espírito Santo.

[Todos] Ámen. Aleluia, Aleluia!

 

 

Conclusão

 

[Pai / Mãe] O Senhor nos abençoe, nos livre de todo o mal e nos conduza à vida eterna.

[Todos] Ámen.

[Pai / Mãe] Louvado seja nosso Senhor Jesus Cristo.

[Todos] Para sempre seja louvado e sua mãe, Maria santíssima.

 

Este momento de oração pode terminar com um cântico.

Glória! Glória! Aleluia!

Glória! Glória! Aleluia!

Glória! Glória! Aleluia!

O Senhor Ressuscitou!

PARTILHAR IMPRIMIR
Documentos para Download
Paróquia de Nossa Senhora da Lapa
Casa Paroquial
Morada

Rua padre Manuel Marques Silva, s/n
4490-582 Póvoa de Varzim

TEL

252624200

FAX

252620975

Cartório Paroquial

Cartório Paroquial - Horários

Segunda das 10h às 12h;

Sexta das 16h às 17.45h.

Confissões

Confissões

Visitas aos Doentes

Visitas aos Doentes 

 

Párocos