Arquidiocese

Horários

Catequese Digital

[+info]

Desejo subscrever a newsletter da Arquidiocese de Braga
Colaborador | 19 Mai 2010
Outras faces. Pintura de Pintomeira
Dia 22 de Maio, às 18h, será inaugurada, no Museu Pio XII, a exposição "Outras faces" de Pintomeira. Uma exposição patente até 29 de Agosto.
PARTILHAR IMPRIMIR
 

Biografia de Pintomeira

 

Paixão e caminhos novos
em… “Outras faces”

 

Somos itinerário. A vida progride e nós com ela. As sensações multiplicam-se, os acontecimentos moldam-nos, os outros exercem a sua influência sobre nós, o saber dos outros provoca-nos, a nossa imaginação é fértil.


No itinerário de muitos sobressai o seguidismo – que não a fertilidade; sobressai a falta de aventura, a confrangedora ausência de criatividade, a segurança imobilista de caminhos que não ousam, o tédio de estradas nunca abertas à novidade.


Outros há, porém, que aceitam inovar; que rompem com escolas e esquemas tradicionais; que pintam a realidade com cores novas, arrojadas, inconformadas; que ruminam a realidade até ao ponto de a transformarem numa realidade nova, numa auto-realidade.


É quanto de essencial se me oferece dizer sobre o pintor a que este catálogo se reporta.


Formou-se. Correu mundos, os da vida, os das artes. Andou por Lisboa, Paris, Amesterdão. Conheceu escolas e tendências (que o marcaram e ainda hoje espreitam): o surrealismo, o Grupo Cobra ou a Nova Linha, a Pop Art…


Mas é sobretudo um inconformista, um poeta da tela, um inovador das formas e da conjugação das cores.


Nesta luta pela independência, as formas soltam-se, insinuam-se apenas, sugerem mais do que o que dizem. E mesmo quando a geometria se percebe e as cores se harmonizam para dar equilíbrio ao que se contempla, o criativo adianta-se ao formal.


Na obra de Pintomeira sobressaem também os contornos, que focam o olhar e focalizam o olhar do interlocutor, sublinham centralidades e funcionam como útero onde se esconde e defende o essencial da mensagem a transmitir.


Também se conjugam várias apetências, não apenas a do pincel, também a da fotografia e do designer gráfico.


Em “Outras Faces 1”, um conjunto de acrílicos sobre tela, técnica mista sobre papel e cerâmicas, estão lá todos eles: o pintor; o fotógrafo; o designer. Todos à solta. Todos criativos.


Predominam as cores primárias e combinações complementares sobre fundo cinza. As faces são depuradas em contorno preto sobre fundo abstracto.


Como inspiração, Pintomeira deixou-se transportar até aos alvores da Idade Moderna, esse próspero período da criatividade humana e de sacro respeito pela arte dos clássicos. De facto, os rostos que as suas telas reproduzem inspiram-se livremente nas Madonas renascentistas. Estilizadas. Convulsionadas. Pacatamente provocantes.


Quando se encontrava em Amesterdão, no princípio da década de 70 da pretérita centúria, Pintomeira escrevia aos seus amigos. Numa dessas “Cartas Condenadas” que se conservam, ele próprio se retratava, dum jeito que ninguém melhor do que ele próprio poderia ter feito. E as suas palavras (auto-biográficas), que reconheço por inteiramente verdadeiras e aqui transcrevo em jeito de apreço, eram estas:


“Nada de grande e sublime foi criado sem exaltação e paixão!
Nunca puritano, celebro sempre a nova ideia. Levanto a minha taça e bebo ao meu renascimento contínuo. Assim, suprimo a névoa e ilumino o espaço entre mim e o cândido linho para sentir o labor do pincel, o aroma do pigmento, no êxtase da cor e da forma. Depois, nada existe que não tenha jorrado das minhas entranhas passando o salão azul do meu inconsciente”.

Uma palavra final para exteriorizar o regozijo do Museu Pio XII por ter sido escolhido para patentear ao público a exposição “Outras faces”.
Ao pintor Pintomeira, uma palavra de gratidão!

 

Cón. José Paulo Leite de Abreu
Director do Museu Pio XII
 

PARTILHAR IMPRIMIR
Departamento para a Comunicação Social
Contactos
Director

P. Paulo Alexandre Terroso Silva

Morada

Rua de S. Domingos, 94 B
4710-435 Braga

TEL

253203180

FAX

253203190